26 de agosto de 2011

6 boysbands pop que marcaram os anos 80 e 90

4 opiniões
Beatles, Jackson 5 e Beach Boys, boybands precursoras
Houve um tempo em que a música tinha qualidade superior aos nossos dias, mesmo aquela feita por cantores e bandas fabricados. neste post vamos falar de um tipo de formação muito comum nos anos 80 e 90, que desapareceram ou se esquivam da publicidade em massa, mas que fazíamos questão de compartilhar que gostávamos e que marcaram gerações, as boys bands

Meninas berravam enlouquecidas com muito exagero e histeria, e nós meninos dizíamos que gostávamos e era verdade, diferente de hoje, esses "metidos a galãs" faziam suas músicas românticas com suas coreografias tentando ser Michael Jackson. Aliás, muitos dizem que a primeira boy band foi justamente os Jackson Five ou ainda retrocedemos um pouco mais, nos anos 60 com os Beatles. De qualquer forma, sempre estiveram no topo das paradas de sucesso em suas épocas.

Confira abaixo as pricipais boys bands que marcaram época no Brasil e no mundo.

Menudo 
 
Criado em 1977 pelo produtor Edgardo Díaz, famosos em toda a América Latina tornara-se um fenômeno, no Brasil arrastou milhões de adolescentes de todas as classes sociais formando milhares de fãs-clubes comparados apenas à beatlemania no mundo. De origem porto-riquenha encerraram suas atividades em 1996. Em 2007 retomaram, porém sem o mesmo peso  de antes. Passaram pelos Menudos 33 rapazes, dentre eles o mais famoso é Ricky Martin.

Dominó 
 
Em atividade desde 1984, o grupo Dominó foi criado pela produtora do apresentador Gugu Liberato. Sendo uma boy band brasileira foi concebido nos moldes do Menudo, uma versão nacionalizada do grupo surgida no programa Viva a Noite. Atingiu seu ápice em 1987 com seu terceiro LP. Em 1992 o grupo caiu no esquecimento. Reapareceu em 1997 com fraco sucesso. Depois de 10 discos e 26 integrantes, seguem sua carreira, mas sem o sucesso dos anos 80. Um de seus integrantes mais conhecidos é Rodrigo Faro.

Polegar

Esta é outra banda brasileira, lançada em 1989 também por Gugu Liberato, marcou o final dos anos 80 e 90 cosiderado um fenômeno mesmo em vários países da América do Sul. Depois de 6 formações e oito integrantes, discos de ouro e platina, venderam mais de quinhentas mil cópias vendidas. Em 2005 encerraram definitivamente sua carreira.

New Kids On The Block 

Formada em Boston em 1984, ícones de uma geração, venderam 70 milhões de álbuns no mundo. Porém o começo de carreira do grupo não foi muito fácil, apenas no segundo álbum com a música Please Don't Go Girl é que a fama desabrochou para eles, durou até 1994 quando a banda acabou na primeira vez. Step By Step é considerada a canção tema dos NKOTB que conta atualmente com 5 membros, dois deixaram o grupo. Desde 2008 retornaram, contudo, como as demais não conseguem repetir o sucesso dos anos 80 e 90.

Backstreet Boys 

De acordo com o Guinness Book é considerada a 'maior boyband de todos os tempos" por causa de seu sucesso comercial com mais de 100 milhões de álbuns vendidos no mundo. Influenciaram o surgimento de vários outros grupos. Formado em 1993 na Flórida, EUA, foi apenas em 1996 que se tornaram popular internacionalmente com o lançamento do segundo CD Backstreet's Back, o qual lhes rendeu 14 discos de platina só em 1997. O grupo atualmente ainda segue carreira com quatro de seus cinco integrantes.

*NSYNC

Depois de vender 60 millhões de discos pelo mundo, a banda de surgiu nos EUA em 1995 encerrou suas atividades em 2002. Tendo Justin Timberlake como o integrante mais conhecido atualmente. Formaram o nome usando as últimas letras dos nomes de seus respectivos integrantes: JustiN, ChriS, JoeY, LansteN e JC.

Por: Antonio César
     

22 de agosto de 2011

Efeitos especiais marcantes do Cinema

0 opiniões
Existem vários elementos que fazem um filme ser bom, entrar para o hall do tempo. Uma dessas maneiras de tonar um filme memorável é o que chamamos de efeitos especiais ou efeitos digitais, depende da cena, do diretor, da época ou orçamento. "Há filmes que marcaram a história do cinema por sua capacidade de recriar ou inventar usando a tecnologia". O Yahoo! Entretenimento listou 10 películas que estão gravadas em nossa memória, dentre muitos aspectos, o fato de terem excelentes efeitos. Veja abaixo sem nenhuma ordem específica:

Maior bilheteria da história do cinema, Avatar (2009) trouxe à moda novamente os filmes 3D. Os efeitos especiais que criam o universo dos Na'vi, criaturas azuis humanoides, impressionam pela riqueza de detalhes.


Só mesmo efeitos especiais muito eficientes para dar vida ao roteiro 'cabeça' de A Origem, filme do ano passado escrito, dirigido e produzido pelo britânico Christopher Nolan. Na história, Leonardo DiCaprio é um ladrão que rouba informações sigilosas dos sonhos das pessoas.


Maquiagem é o principal trunfo de O Curioso Caso de Benjamin Button (2008), filme de David Fincher no qual Brad Pitt nasce velho e vai ficando mais jovem com o passar dos anos.


Terceira refilmagem da história, o King Kong (2005) de Peter Jackson foi o mais completo dos três em termos de efeitos especiais. Também pudera, já que o primeiro foi feito em 1933 e utilizava técnicas de stop motion para mostrar o gorila gigante no topo do Empire State, então o prédio mais alto de Nova York. Já no filme de 1976, o monstro escala o finado World Trade Center.

As cenas de ação de Homem-Aranha 2 (2004), de Sam Raimi, são de tirar o fôlego. À época de seu lançamento, o primeiro teaser trailer da produção deixou o público afoito por assistir ao longa.


A trilogia O Senhor dos Anéis impressionou por sua fiel adaptação para as telas da Terra Média, descrita nos livros de J.R.R. Tolkien. Os efeitos especiais que tornaram possível que atores de carne e osso contracenassem com outros virtuais, como Gollum, entraram para a história do cinema.

Matrix revolucionou o cinema de ação em 1999. Cenas como a que Neo (Keanu Reeves) desvia de balas viraram referência para o gênero, além de ganhar inúmeras paródias.

O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final foi uma das sequências mais bem-sucedidas da história do cinema. O longa estrelado por Arnold Schwarzenegger impressionou com os efeitos especiais usados no vilão vivido por Robert Patrick, um androide feito de metal líquido.

O Parque dos Dinossauros é um dos maiores sucessos da carreira de Steven Spielberg. Os efeitos especiais usados para recriar dinossauros extintos há 65 milhões de anos eram o que havia de mais moderno na época de seu lançamento, em 1992.

Lançado em 1977, Guerra nas Estrelas revolucionou o cinema em termos de efeitos especiais na época, com suas perseguições intergalácticas no espaço. Ao retomar a franquia em 1999, com A Ameaça Fantasma, George Lucas mostrou que continuava um mago dos efeitos especiais.



21 de agosto de 2011

Yahoo! e Facebook lançam desafio a internautas para testar teoria dos ‘seis graus de separação’

0 opiniões
Yahoo! e Facebook uniram forças para testar se a teoria “seis graus de separação” é realmente válida. Criada na década de 60, ela afirma que as pessoas estão conectadas umas às outras por apenas seis elos. Através do aplicativo “Small World Experiment”, os pesquisadores do Yahoo! Research lançaram um desafio aos usuários da rede social mais famosa do mundo: entregar uma mensagem a um desconhecido (de qualquer lugar do mundo) por meio outros amigos.

“O usuário perceberá como está conectado a pessoas que jamais poderia encontrar normalmente”, dizem os estudiosos.

Como funciona o ‘Small World Experiment’
Para participar, basta acessar a página do “Small World Experience” e seguir o passo-a-passo do teste. Depois de aceitar o voluntariado, o internauta receberá dados de um desconhecido, como nome, sexo, país onde mora, idade e colégio onde estudou. Para entregar a mensagem ao “alvo”, é preciso escolher um único amigo do Facebook, que deverá continuar a cadeia de tentativas.

Usuário escolhe um amigo para tentar enviar a mensagem ao "alvo desconhecido

A teoria dos 'seis graus de separação'
Em 1967, o sociólogo Stanley Milgram enviou quase 300 cartas a desconhecidos escolhidos aleatoriamente em Omaha, Nebraska (EUA). O texto instruía os destinatários a fazer com que o conteúdo chegasse a um mesmo indivíduo “alvo”, um corretor de ações de Boston.

O sociólogo de Harvard deu algumas informações sobre o sujeito, como nome, endereço e ocupação. Os dados seriam usados para que as pessoas pudessem achar alguém mais próximo do alvo do que eles.

Das 300 cartas, 60 chegaram ao destino final. E um dado intrigou Milgram: o número médio de contatos foi de seis, resultado que derivou a expressão “seis graus de separação”. Como a maioria das cadeias no experimento de Milgram nunca chegou ao destino, outros estudiosos sugeriram que a sentença não é verdadeira.

Yahoo! e Facebook querem, a partir do gráfico social dos mais de 750 milhões de usuários da rede, testar a hipótese com rigor. Alguém se habilita?

[Vi no Yahoo!]

18 de agosto de 2011

Um ano, um filme, uma música, um artista - 1968

0 opiniões
UM ANO
1968 
 
Surgem os hippies, os negros se impõem, as mulheres queimam os sutiãs. Visto como o ano da revolução estética, política e cultural, pois mudou o rumo do século XX. Este ano foi agitadíssimo com movimentos sociais no mundo todo, a intensificação da Guerra Fria e golpes mundo afora, em 7 de março começa a primeira batalha em Saigon da Guerra do Vietnã e ainda o assassinato de Martin Luther King em abril, líder da causa dos direitos civis nos Estados Unidos, morto com um tiro de rifle em Memphis. No Brasil, AI-5 - Ato Institucional Número 5,  sendo o quinto decreto emitido pelo governo militar brasileiro, deu poderes a Ditatura Militar.

UM FILME
2001: Uma Odisseia no Espaço

Uma das obras mais complexas do Cinema, dirigido e produzido por Stanley Kubrick, co-escrito pelo próprio e Arthur C. Clarke tornou-se referência em cinema de ficção científica estando até hoje entre os melhores não apenas do gênero como do Cinema em geral figurando em todas as listas notáveis. Feito para ser difícil de se entender conta a evolução não do ser humano, mas da ferramenta usada por este, a qual muito inferior acaba por se tornar mais avançada que os astronautas de uma nave espacial. Com uma história cheia de existencialismo e surrealismo é tão verossímel que mesmo o computador central da nave Discovery é mais humano que qualquer outro personagem da obra.

UMA MÚSICA
Hey Jude

Lançada em 26 de agosto daquele ano, esta é uma das músicas mais conhecidas dos Beatles, tornando seu single mais vendido. Escrita em junho por Paul McCartney quando foi visitar sua amiga, Cynthia Lennon, ex-mulher de Jhon e seu filho Julian, para dar seu apoio a mãe e filho. Esta foi também a canção mais ouvida no mundo em 1968, o que rendeu à banda o Disco de Platina.

UM ARTISTA
Stanley Kubrick

Responsável por uma carreira notável e bem-estruturada e dono de clássicos definitivos do Cinema como Spartacus, Lolita, 2001: Uma Odisseia no Espaço, Laranja Mecânica, O Iluminado e Nascido Para Matar, Kubrick é um diretor obrigatório para qualquer amante da 7ª Arte. Perfeccionista, recluso, foi diagnosticado como portador de autismo de alto desempenho. Considerado e com merecimento um gênio, ele é definitivamente um dos melhores cineasta de todos os tempos.

Por: Antonio César

14 de agosto de 2011

Momento Sessão da Tarde: Te pego lá fora!

6 opiniões
Se há um filme dos anos 1980 que me deixa completamente surpreso de não ter visto ainda um remake é Te pego lá fora! (Three O’Clock High, 1987). As pessoas da nova geração quase todas nunca viram este que é um dos melhores filmes High School de todos os tempos. É um clássico definitivo da Sessão da Tarde. Não foi à toa que foi escolhido para estrear nosso Momento Sessão da Tarde do blog Sala Zero.
 
Aqui está a sinopse rápida...
 
Um nerd da escola, Jerry Mitchell (Casey Siemaszko) é designado para escrever uma peça para o jornal da escola sobre o novo aluno, Buddy Revell (Richard Tyson), o qual espalharam boatos de que é um maluco psicopata. Quando Jerry acidentalmente toca Buddy, ele diz que os dois devem brigar no estacionamento às três horas. Jerry fará qualquer coisa para evitar o inevitável confronto.
 
No caso de você não se lembrar Casey Siemaszko, ele representa os anos 80 como em mais de 600 filmes do tipo o cara que é sempre "impopular". E Tyson? Richard Tyson parece ter pelo menos 30 anos neste filme, representa o valentão da escola.
 
De qualquer maneira, os obstáculos que Jerry tem que superar neste filme são coisas que qualquer garoto do ensino médio pode enfrentar. E além disso, assistir seu personagem se transformar de um gerente molenga da escola para alguém que é forçado a confrontar seus demônios interiores não só é motivador, como também é de certa forma hilário. E ainda, ver um "psicopata", como sendo o catalisador desta transformação. Muito melhor que os da atualidade.

12 de agosto de 2011

Espécie de réptil associada ao Monstro do Lago Ness

3 opiniões
"Os plesiossauros (do latim científico Plesiosauria) constituem uma ordem de répteis marinhos extintos. O grupo surgiu no Triássico Superior e subsistiu durante todo o Mesozóico até ao desaparecimento na extinção K-T no Cretáceo."

Plesiossauros são associados ao Montro do Lago Ness

Uma dupla de palentólogos estudou um fóssil de uma fêmea de plesiossauro grávida com 80 milhões de anos. A espécie - um  réptil marinho da Era dos Dinossauros - é associada ao Monstro do Lago Ness, na Escócia. A pesquisa foi publicado na revista especializada “Science”. 

O material foi encontrado em 1987, no Estado americano do Kansas, mas só foi estudado agora pelos pesquisadores. Até então, o método reprodutivo adotado pelo animal era incerto. Sabia-se, apenas, que os mares da época em que a espécie viveu eram cheios de répteis que não botavam ovos e tinham seus filhotes na água.

Luis Chiappe, do Museu de História Natural de Los Angeles, e Frank O'Keefe, da Universidade Marshall (EUA), determinaram que o bicho estava mais para uma baleia do que para um lagarto na hora de dar à luz.

O exemplar de Polycotylus latippinus teria medido cinco metros quando vivo e estava misturado a ossos menores e mais delicados, posicionados por dentro do esqueleto maior. Segundo os palenontólogos, o bebê era grandalhão. Ele e a mãe morreram antes do fim da gestação, mas o feto teria alcançado entre 35% e 50% do comprimento do animal maior caso tivesse nascido. A proporção não é normal entre répteis, nem mesmo os da Era dos Dinossauros. Mas, tem a ver com bichos como orcas e outros mamíferos de grande porte.

Aposta-se que a vida dos plesiossauros era parecido com o de baleias, golfinhos e “e outros mamíferos marinhos altamente sociais”, bem diferente da reputação de Nessie (o monstro da Escócia).

[Vi no Yahoo! e Wikipédia]

6 de agosto de 2011

Violet Sedan Chair - A banda Fictícia de Fringe

1 opiniões


Fictícia? Sim, mas quem mora nos EUA teve a oportunidade sair a caça pelo disco Seven Suns que foi vendido em algumas lojas selecionadas lá por essas bandas.

Vamos a algumas curiosidades acerca dessa "mitológica" banda.

Violet Sedan Chair foi mencionada pela primeira vez por Walter no episódio 10 da segunda temporada (Grey Matters). Onde ele se recusa a ir ao hospital e pede a Astrid que volte a seu laboratório e pegue um álbum de uma banda que ele alega ajudar na sua recuperação quando exagera no Valium.

No episódio 21 da segunda temporada (Northwest Passage), Walter pega o vinil Seven Suns do Violet Sedan Chair. A música tocada esse episódio é She's Doing Fine.

No episódio 10 da terceira temporada (The Firefly), Walter conhece o tecladista de sua banda favorita, Roscoe Joyce. Roscoe explica a Walter que a banda se separou depois da morte de seu filho em um acidente de carro, na mesma noite em que ele estava se apresentando com a banda em um clube em Harvard Yard. Broyles nunca ouviu falar da banda, então Peter lhe assegura que Joyce é um dos heróis de Walter ... lá em cima com Einstein e Tesla.

No mundo real.

A banda fictícia foi mencionado pela primeira vez publicamente por um dos criadores da série, JJ Abrams, em uma edição da revista Wired. Nesta edição, Abrams comentou que o álbum Seven Suns da banda está faltando uma música, XI, e que a faixa tem lá seus problemas e que boatos dizem que a perda da faixa foi por conta de efeitos alucinógenos e o mau uso quando jogado em toca-discos múltiplos. Antes da exibição de The Firefly, uma série de discos de vinil do Seven Suns foram enviados a lojas de discos independentes selecionados nos Estados Unidos. O álbum é composto por dez canções no estilo de psicodélico e folk.


Uma história curiosa.

Um vendedor de uma loja de artigos musicais dos EUA passou um bom tempo atrás de informações a pedido de cliente que ligavam e mandavam e-mails querem saber sobre o álbum do Violet Sedan Chair, mas o problema é que ele e ninguém na loja sabiam que diabos era isso, até que mais tarde a história teve seu mistério revelado. Veja a história do vendedor aqui.



Violet Sedan Chair - Seven Suns
13th Tone Records, 1971

01. Seven Suns (rising)
02. Slow Vibration
03. Hovercraft Mother
04. She’s Doing Fine
05. Long List Of Lovers
06. Keep Climbing
07. 500 Years
08. Last Man In Space
09. Seven Suns (setting)
10. Re Fa Mi Si Sol La



Download do álbum: Sevens Suns

Políticos de ontem

0 opiniões
A charge de publicada durante o período de presidência de Rodrigues Alves 1902-1906) e publicada na Revista História de junho de 2011.



"Não é de hoje que os governos têm que responder pelos grandes gastos da administração pública. A imprensa brasileira, em vários momentos, pegou no pé de governantes, como nesta charge publicada durante a presidência de Rodrigues Alves (1902-1906). O povo – ou “Zé Pagante” – aparece em posição nada lisonjeira."


Fonte: Revista História

3 de agosto de 2011

Veja o "tamanho" da dívida dos Estados Unidos após o acordo

0 opiniões
Os Estados Unidos se livraram do calote no último instante. O presidente Barack Obama promulgou a lei nesta terça-feira a lei que aumenta o teto da dívida pública americana apenas algumas horas antes de expirar o prazo para que o Tesouro declarasse a moratória. Com o acordo, o limite de endividamento público dos EUA foi elevado para US$ 15,2 trilhões. Veja nos gráficos seguintes, o “tamanho” deste valor.

O pacto bipartidário aprovado no Congresso dos EUA já é apelidado por economistas como um acordo ‘band-aid’, um remendo. Não tem o apoio integral de ninguém, nem satisfaz muito a algum partido, mas foi imprescindível para afastar a ameaça de quebra que pairava sobre o país a partir desta meia-noite caso o Congresso não o aprovasse.

Sob os termos do pacote, a autorização da dívida sobe imediatamente em US$ 900 bilhões – para US$ 15, 2 trilhões –, além de outro US$ 1,5 trilhão no ano que vem. Com isso, Obama conseguiu fazer com que o assunto não volte a aparecer nas discussões legislativas até depois das eleições presidenciais de novembro de 2012, quando o líder buscará a reeleição.

Veja os gráficos seguintes:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ocioso